Vera Lyn Poeta

A arte é Divina, é a salvação. A arte nos poe mais perto de Deus. v.l.p

sexta-feira, dezembro 30, 2016

O amor me faz doer



¨¨Segui pelas ruas de flores, tomada por sensações de dor.
Aquele vento, 
os meus cabelos, 
os meus pensamentos.
Lágrimas sendo arrastadas, arrancadas das faces com força.
Não pude parar. Precisava deixar para trás tanta ilusão; salvar a sua vida. Fazê-la caber em sua realidade, porque eu me tornei sonho. Sou aquela grade que separa o mundo dos mundos. Eu sou apenas uma sonhadora. Me deixe partir.
Continuarei pelas ruas de flores. Já estarei então, tomada pela sensação de liberdade.
Colha, para ti, uma tenra e respingada margarida. Cante para ela.

sexta-feira, dezembro 09, 2016

Jack Kerouac - em: "On The Road


__Que sensação é essa, quando você está se afastando das pessoas e elas retrocedem na planície até você ver o espectro delas se dissolvendo? - é o vasto mundo nos engolindo, e é o adeus. Mas nos jogamos em frente, rumo à próxima aventura louca sob o céu. ______Jack Kerouac - em: "On The Road

Te amo eternamente


Tudo que vem de ti soa infinito; até sua voz em sussurros me falando de amor, pelas tardes, em que a solidão a dois nos acolhe cúmplice. Te amo eternamente.

Vera Lyn Poeta

Nenhum um dia sem flores


_Amotinações mentais e seus percursos. Dias afogados em castanhas águas que escorrem pelas frestas da iris.... Delírios noturnos. Soturnos suores num corpo trepidante. O transtorno sonda a alegria para poder dar o bote, Como uma naja que cospe letal nos olhos da vítima. Mente delirante e febril, inconsciente em vontades primitivas, foi o consciente que te colocou aí. O transtorno sonda a alegria para poder dar o bote, Como uma naja que cospe letal nos olhos da vítima. 

Eu acredito no verdadeiro amor


__Ame; quando for amar ame profunda, delicada e fielmente.
 __Mesmo que ame mil pessoas, mas ame de verdade e uma de cada vez. __
Somente o verdadeiro amor...ensina e salva ... ajuda a viver.


Vera Lyn Poeta

Vida, repetitiva vida


__Meu confessionário é onde me sinto bem. Onde posso ajoelhar e encontrar comigo mesma. Tanto faz aqui, ou sob as arvores da praça, ou pelas longas estradas sem fim, ou dentro da minha própria prisão humana. Horrível ter que viver coisas que deixaram de existir.

sábado, dezembro 03, 2016

Novamente, adeus grande amor

Estarei partindo.
Escorrendo de seus poros em caudaloso rio, até seus passos,
por aqueles caminhos que traçamos ontem. É tarde meu amor.

Sei da dor do adeus quando ainda existe amor, desejos, planos..
Arde à fogo e sangra como o expelir espinhos.

Sim, estarei partindo.
Emergirei desse oceano claro para submergir a escuridão;
Correr à esse pre destino, nessa longa estrada-escura e sem fim.
É tarde meu amor. 
É o meu destino.
É o grito da minha solidão.

Cuide bem dos personagens meus que agora estão tatuados em ti.
Te alegrarão e te causarão dores profundas. 
Sangrarão tua saudade pelas noites de insônia. Estarei em cada pensar que te incita ao êxtase de me amar.

Estarei partindo e me deixando no desejo desse brilhante corpo teu,
que amo tanto. Essa sua boca que engole a minha boca 
nos fazendo morrer por uns momentos,
antes de nos abandonar aos risos que esse saciar nos traz.
Mas, preciso ir.

quarta-feira, outubro 12, 2016

Altas noites de luar


Ela dançava pelo quintal da casa dela em noites quentes como essa, 
Bem de noitinha, com ele....

Ele chegava pelas brisas tocantes sobre-pele, a pele dela.
Ele era feito na pura alma com aqueles olhos grandes de oceano ;
Porque foi uma alma cantadeira que os uniu.

Vinha de tão longe....bem longe mesmo; logo ali .. 
Somente para dançar com ela,
Na casa dela,
Sobre o piso do chão do quintal dela,
Em altas noites de lua.

terça-feira, outubro 11, 2016

Vida, repetitiva vida

Meu confessionário é onde me sinto bem. Onde posso ajoelhar e encontrar comigo mesma. Tanto faz aqui, ou sob as arvores da praça, ou pelas longas estradas sem fim, ou dentro da minha própria prisão humana.
Horrível ter que viver coisas que deixaram de existir.


___ Vera Lyn Poeta

domingo, outubro 02, 2016

O Fim - Renda-me Lord


_Dá próxima vez eu caio atirando para todos os lados: abaixo e acima; em todos os cantos...Sem nenhuma autopiedade. Somente no trepidar da carne em tanta perplexidade; Negros olhos brilhantes e esbugalhados de tanto pavor... !

_Dá próxima vez o amor não vai doer em mim, nem auto mutilar, nem sofrer, e nem chorar.

Vera Lyn Poeta


segunda-feira, setembro 26, 2016

Quero viver prá você

Cada dia eu sinto o gosto da eternidade aninhar em nossos encontros. Cada vez mais, a sua vida toma as formas da minha vida. Minha alma já não entristece. Tua alma sempre vem. Toda manhã é mais um degrau que se acende à esperança....de ti.

Vera Lyn Poeta

segunda-feira, agosto 08, 2016



_Quando estou feliz me junto às pessoas.
Quando profundamente entristeço, recolho-me e calo-me à solidão. 
Ali, encontro o conforto necessário para que minha alma se liberte, seguindo ao encontro dos meus sonhos e desejos. 
Então, deixo de ser carnal tornando-me somente espírito.

É assim que assisto minha vida, nessa terra, em olhos perplexos.........
Nada me conforma. Nada me conforta. Nada me prende.


domingo, agosto 07, 2016


Ela troca olhares com a lua em silêncio,

pois ela acredita que o afeto da amizade
não está na troca de palavras e sim na 
troca de presenças.
Por isso ela e a lua são amigas
íntimas... 
_____Zack Magiezi

..então percebi que estava caminhando sobre meus miolos. Vias vermelhas de plataformas onduladas e cinza; tudo tão cinzas.. Desequilibrando e não caindo. Usando os braços como se estivesse em alto mar...ou como se fosse a dança na corda bamba de sombrinha.
Foi assim que vc. foi desaparecendo, somente um fio de silhueta visível..
Continuei correndo, fatigada, sobre ondas cinzas dos meus miolos
e não chegando; aquelas vias vermelhas bombeando rosas de adeus. Espinhos sangrando meus pés, minhas mãos, mutilando a minha vida inteira.
Ainda estou em pleno voo e desespero. Acordei muito cansada!

sexta-feira, junho 24, 2016

Assustador ....


Assustador instante, em que portas se abrem convidando-me a viver tudo que já vivi.
Portas que estiveram trancadas enquanto eu dançava tango na lua.
Tudo que pode acontecer se arrasta febril por minha memória: "Já estive nessa estrada, ainda posso senti-la." - Questiono por dentro, engolindo a seco e sem nenhuma voz.
Hora de entristecer. Então, tenho espasmos de dores conflituosas.
Num salto me protejo no sólido ninho solitário das palavras.
Milhões de palavras voadoras se atracando à composição; mudanças súbitas ao seus sentidos geram..
Já são algumas horas a mais. A cronologia do tempo explodiu ao excesso.


Vera Lyn Poeta - em "Anos Apagados"

quinta-feira, junho 23, 2016

Cansaço



vera lyn poeta

Vivo entre muralhas. Encolhida como a uma tartaruga sob seu casco. Estou na escuridão protegendo minha solidão.
Na verdade, preciso proteger toda minha angustia e a dor que ela me causa. Não devo perder-me a que vim. A vida é me sufocante. Não o mundo em si, por sua beleza natural, mas viver.....
O tempo se prolonga  e eu teço sonhos. Guardo promessas em uma caixa de cristal. Estou inventando uma historia para o amanhã, porque estou gasta. Me sinto perdida.
Nos meus pesadelos eu estou realmente perdida e só. Corro de um lado para o outro, descalça, sem meus óculos, e vejo homens monstros babando.
Bocas faltando dentes sorriem. Olhos macabros. Me vem a impressão que a terra pertence aos malditos.

Quero ir embora o quanto antes. Mas eu penso sempre em Deus. E eu peço para E'le me buscar e E'le não vem....

Minha vida está realmente debilitada física e espiritual. Consumi-a em 250 anos vividos. Estou cansada. Desconheço a felicidade que me amedronta, porque eu sei que a felicidade nunca existiu.

Fui projetada num momento pavoroso de meus pais. Sei disso por causa do vazio que sinto. Eu sou feita de vazios, solidão e escuridão.

Quanto ao amor, oh, céus....quanta ilusão. O outra parte de mim vive de amor. Enquanto essa outra parte em nada crê, e jamais nascera.

Vera Lyn Poeta




quinta-feira, junho 16, 2016

Roy Orbison - California Blue


Olhos de oceano

Minha vida tem circulado em cores azuis
brancas, amarelo girassol
Azul da cor do céu que escorre para o mar.

Meus sonhos estão repletos de estrelas
Pela janela que atravessa o oceano,
Uma cortina de seda transparente
Apaziguando o verde floresta cor de esperanças.

Ao longe,
o vento toca um blues enquanto suas mãos
vagueiam meu corpo
Vencendo o meu cansaço.

Me largo ao seu amar amor
Exato momento em que me sinto viva novamente.
Eu te amo.

Vera Lyn Poeta

terça-feira, maio 03, 2016

_Quando uma pessoa quer ser o centro das atrações, ela não se vê. Realmente, ela não se enxerga qdo. anseia por ser o centro das atrações. 

___Vera Lyn Poeta

Eu, poeta, gostaria de tomar o chá das 5, hoje, com Clarice



_Clarice Lispector, umas das melhores escritoras que esse país pôde vivenciar.

Somente Deus sabe o quanto lhe custou entregar-se em total profundidade. Clarice falava com uma mistura de alta reflexão e muita simplicidade. Carregou consigo o diferencial dos artistas que não medem esforços para criar. 
Leitura às mãos, então me vem a identificação com seus sentimentos. Sinto um avassalador arrepio, dentro duma voraz agonia, que subitamente me acalma. Sei, minh'alma, está dentro do planeta Clarice. Isso é tudo


Vera Lyn Poeta

quarta-feira, março 23, 2016


Não ouvi minha voz hoje.
Aprisionei-me fortemente entre paredes; passos únicos até os muros.
Suspiros profundos e sentimentos invadindo meu ser.
Porque poesia? Essas vozes que circulam livres falando de amor,
construindo castelos, e à volta, jardins?
Eu sou o personagem de minh'alma.....
Posso senti-la escalando meu corpo; uma moça tinhosa, balbuciante,
mudando meus sentidos de lugar. 
Labirintos.
Sonhos impossíveis.
Uma festa colorida, com essa multidão que se apossa de mim,
e eu não queria estar lá.
Tudo é muito frágil nesse mundo estranho da poesia. São sentimentos que tem vida própria. Você só é um corpo......


terça-feira, março 22, 2016


Poetas são mesmos assim: partem antes de chegar.
Navios subindo ladeiras,
Cidades inteiras dentro do mar!
Morrem antes mesmo do nascer.
Respiram pelos súbitos do transpores
Desconhecem as regras dos homens,
Reverenciam a natureza-mãe.. unica tutora.
Poetas são assim mesmos,
Vivem e morrem antes de partir para sempre.


_O fundo do poço onde a solidão domina, e a morte predomina.. ensina.
Devolva a vida de outro, que por descuido você roubou.


_ Vera Lyn poeta


Aliança com Deus, e a natureza que rege

Não usar máscaras, custe o que custar.
Jamais ser outra pessoa para agradar.
Não cair em armadilhas de 'falsas alegrias' na hora da tristeza;

Passar pela tristeza sim, até o alívio da dor, até a dor passar.


Amar Deus sobretudo; acima da pressão em descrença...
Emoticon hear
A gotas em suores, a descidas em ladeiras.

O fundo do poço onde a solidão domina e a morte predomina, ensina.
Devolva a vida de outro, que por descuido você tenha roubado


segunda-feira, fevereiro 22, 2016

  Ele, o mandacaru era apenas um bebê lançado na ilha de uma avenida em duas mãos.
 Eu correndo contra o tempo, e contra minha vontade. Porém, nem tanto assim que não pudesse agachar e recolher o bebê cactus.
 Acabei de medi-lo: 3 m e 40 cm...um gigante.

Anos depois ele está florindo....
 em raro espetáculo de beleza, desde que suas flores são noturnas. Brilham na escuridão...é poesia, sim!! .. ...FÉ & muito AMOR.....!!!


♪♪...Mas renova-se a esperança
Nova aurora a cada dia
E há que se cuidar do broto
Pra que a vida nos dê flor e fruto...♪♪.... Emoticon heart

< Milton Nascimento>




..então, será como a poesia que somente se materializa aos olhos do sonhador.
A luz divina do amor que te acendes, no entanto, por toda a sua vida,
Tão saltitante sobre o teu peito em esplendor às estrelas.
Uma lua cheia sorridente
nascida da promessa desse mesmo amor;
o teu primeiro, e ultimo meu.
Emoticon heart

Cabe em minha vida essa sua extensa estrada. Seus sorrisos extirpam minha dor. Devolve-me aos sonhos despertados faz meia hora.
Eu tenho o céu dentro de minha iris.
E eu vi o oceano dentro da iris dos olhos teus.
A vida é bela.