Vera Lyn Poeta

A arte é Divina, é a salvação. A arte nos poe mais perto de Deus. v.l.p

quarta-feira, maio 31, 2017

__Eis a sua mão amiga tatuada no meu ombro. Na nossas vidas. Pelos nossos dias.
Pelos anos jogados no lixo, e por sua protuberância em promessas de futuro, enfim!
"Cuidarei de ti, até bem velhinha, poeta!" "Á levarei pelas mãos, por ruas e avenidas, cantarolando, sorrindo; seremos tão feliz!". Eis a marca da sua certeza, em relação a esse amor, jurado por ti, a eternidade além vida. Você dizia sermos duas almas que se procuravam a se completarem.  A marca do chute, está mais abaixo.
É verdade, o amor de hoje em dia já não é mais àquele amor de outrora, ou você é um péssimo ator.
Ficamos assim, como se nada tivesse havido.

_ Vera Lyn Poeta


Sade - By Your Side

Europe - The Final Countdown (Official Video)

The Doors Soul Kitchen Live at Matrix "San Francisco" 1967

Janis Joplin - Little Girl Blue (This is Tom Jones, 1969)

Nick Drake - Clothes of sand

Aretha Franklin- ROCK STEADY - 1972

Qualquer um pode amar uma rosa, mas é preciso um grande coração para incluir os espinhos.

_____Clarice Lispector


Etta James - I'd Rather Go Blind ( Tell Mama, August 21, 1968 )

Clarice Lispector - (entrevista de 1977)



__Clarice Lispector - (entrevista de 1977) Última entrevista antes de sua morte, feita pelo jornalista Júlio Lerner, para o programa Panorama, em 1977. Reexibido nos 30 anos Incríveis da TV Cultura.
__A parte suave da vida. A parte desprovida de qualquer regra ou rigidez. Viver simples assim.


domingo, maio 28, 2017

Três primaveras e a metade daquele verão ardido.
Contei cada dia ao lado seu. Amei-te desesperada a cada segundo.
Até que você,
vagar,
tomou outro rumo. 
Contava-me sobre nossos destinos adversos.

Caminhar lento, não sabendo e indo; não querendo e
em frente, seguindo.

Chorei de soluço. Mais uma vez nossas vidas partiram-se,
Como rachaduras de casebres melancólicos,
em meio a  matas escuras.
Lugares abandonadas de calor humano, 
e entregues a corações sangrentos,
prestes a morrer de tanta dor e solidão.

Olhou-me pela ultima vez até desaparecer em meio ao nada.
Minhas mãos segurou no ar,
a vã esperança. Tudo acabou ali. 
Enterrei para sempre esse nosso suplicio.

Vera Lyn Poeta

Ei, alma gêmea - Train



Ei, ei
O seu batom mancha
O lóbulo frontal do
Lado esquerdo do meu cérebro
Eu sabia que eu não esqueceria você
E então eu fui e deixei você pirar a minha cabeça
O seu doce luar
O seu cheiro em cada sonho que eu tenho
Eu soube quando nos discordamos
Foi você quem eu decidi
Quem fazia o meu tipo
Ei, alma gêmea
Aquele não é o Mr. Mister
No rádio
O jeito como você se mexe
Não é justo, sabe
Ei, alma gêmea
Eu não quero perder
Nada que você faça
Essa noite


Bem na hora
Estou tão contente
Você tem uma mente
Limitada como a minha


Você deu direção à minha vida
Uma conexão amorosa de programas de televisão

Não podemos negar
Estou tão obcecado
O meu coração tende a bater
Para fora do meu peito
Eu acredito em você
Como uma virgem
Você é a Madonna
E eu sempre vou querer
Pirar a sua cabeça
Ei, alma gêmea
Eu não quero perder
Nada que você faça
Essa noite
O jeito como você dança
Assistir a você é a única droga de que preciso
Você é bem da gangue
Você é um mano
Você é o único
Eu sonhando com você veja
Eu posso finalmente ser eu mesmo agora
Na verdade, não há nada que eu não possa ser
Eu quero que o mundo veja você ficar
Comigo


Ei, alma gêmea
Aquele não é o Mr. Mister
No rádio
O jeito como você se mexe
Não é justo, sabe


Ei, alma gêmea
Eu não quero perder
Nada que você faça
Essa noite



sábado, maio 27, 2017

"O melhor remédio para os amedrontados, solitários ou infelizes é sair, ir a um local em que possam ficar a sós, com o céu, a natureza e Deus. 
Só então você pode sentir que tudo é como deveria ser, e que Deus deseja a felicidade das pessoas em meio à beleza e à simplicidade da natureza. 
Enquanto isso existir - e deve existir para sempre - sei, que haverá consolo para toda tristeza, em qualquer circunstância. 
Acredito firmemente que a natureza pode trazer conforto a todos que sofrem. 
Ah, quem sabe, talvez não demore muito antes que eu possa compartilhar esse sentimento de felicidade avassaladora com alguém que sinta o mesmo que eu.
Sou sentimental, sei disso. Sou dependente e boba, sei disso também." 

"O diário de Anne Frank"


"O sol está brilhando, o céu é de um azul profundo, há uma brisa magnífica, e eu estou farta - de tudo 
conversa, liberdade, amigos, de ficar sozinha. Sinto vontade ... de chorar! 
Sinto como se fosse explodir. Sei que chorar ajuda, mas não consigo. 
Estou quieta. Ando de um cômodo para outro, respiro pela fresta na janela, sinto o coração batendo como se dissesse: Realize meus desejos!

Acho que a primavera está dentro de mim. Sinto a primavera despertando, sinto em todo o meu corpo e minha alma. 
Tenho de me esforçar a agir normalmente. 
Estou numa confusão absurda, não sei o que ler, o que escrever, o que fazer. 
Só sei que estou sentindo falta de alguma coisa .."

__ " O diário de Anne Frank"

Poesia & Prosa com Maria Bethania - Episódio: Clarice Lispector





__Diva Clarice Lispector, na voz da diva Maria Bethânia.

"Quanto maior o amor....


"Todo o prazer que o amor pode proporcionar são cobrados mais dia menos dia em sofrimento. E quanto mais intensamente amamos, mais a dor futura será multiplicada. Você conhecerá a saudade, depois os tormentos do ciúme, da incompreensão, a sensação de rejeição e injustiça. Sentirá frio até os ossos, e seu sangue fabricará cubos de gelo que você sentirá correr sob sua pele. A mecânica do seu coração explodirá.(...) Talvez ele resista à intensidade do prazer, e um tantinho mais. Mas não é suficientemente sólido para resistir à mágoa do amor."
"Estou de ressaca amorosa; o despertar é violento."
__Filme: Jack e a Mecânica do Coração
Diretor: Mathias Malzieu
Ano: 2013

por: Vera Lyn Poeta

quarta-feira, maio 24, 2017

__Era uma vez um gato, que sonhava em segurar com suas felinas garras, um apetitoso peixe. Leva-lo-ia a boca e devora-lo.
Horas, dias e meses se passaram, e nada do gato comer o peixe.

O gato não havia percebido que o peixe trazia no corpo um marcador de tempo. Ali, estavam todas as suas idas e vindas; sua história de vida, enfim.


Então o peixe, bem acima da prepotência do gato, continuava observando sua fome sem nenhuma razão, porque o lugar do gato não era ali.


Bem, se tudo é uma questão de tempo, não esperemos para ver.

Fim da história.

__ Vera Lyn Poeta

segunda-feira, maio 22, 2017

Deus, obrigada por mais essa noite

Deus, obrigada por mais essa suave noite, e esse dia de labuta  vitorioso, que se foi.
Obrigada, supero Deus, até pelas dores que amanheci sentindo. Eu acordei chorando, e sei o por quê.
Mas isso tudo, tem me feito uma pessoa melhor do que já me tornei para mim mesma.
Minhas dores não conseguem mais penetrarem minha alma. Minhas tristezas já não confundem a ordem das tarefas do meu dia. Choro, escrevo um poema, enxugo as lágrimas, e prossigo. Não me entrego mais. Obrigada, supero Deus e minha Mãe Nossa Senhora de Fátima. A depressão não pode mais obstruir meu caminho. Aprendi a refletir. Me entregar ao silencio profundo que minha alma proporciona. 
Gosto de fixar o céu. Todas a sabedoria vem lá de cima, através entrega espiritual, a qual nos submetemos, para estarmos mais próximos de Deus. Amém.
Abençoa-me, supero Deus, e cubra-me sempre com seu sagrado manto.

domingo, maio 21, 2017

Como a noite é longa!

                                           
Toda a noite é assim...
Senta-te, ama, perto
Do leito onde esperto.
Vem pr'ao pé de mim...

Amei tanta coisa...
Hoje nada existe.
Aqui ao pé da cama
Canta-me, minha ama,
Uma canção triste.

Era uma princesa
Que amou... Já não sei...
Como estou esquecido!
Canta-me ao ouvido
E adormecerei...

Que é feito de tudo?
Que fiz eu de mim?
Deixa-me dormir,
Dormir a sorrir
E seja isto o fim.

<Fernndo Pessoa >

PATO FU - Canção pra você viver mais


Nunca pensei um dia chegar
E te ouvir dizer:
Não é por mal
Mas vou te fazer chorar
Hoje vou te fazer chorar
Não tenho muito tempo
Tenho medo de ser um só
Tenho medo de ser só um
Alguém pra se lembrar
Faz um tempo eu quis
Fazer uma canção
Pra você viver mais
Faz um tempo que eu quis
Fazer uma canção
Pra você viver mais
Deixei que tudo desaparecesse
E perto do fim
Não pude mais encontrar
O amor ainda estava lá
O amor ainda estava lá...

sábado, maio 20, 2017

Fernanda Takai - Debaixo dos Caracóis dos seus Cabelos (ao vivo)

Fernanda Takai - Descansa Coração (ao vivo)


__Cansei de tanto procurar
Cansei de não achar Cansei de tanto encontrar Cansei de me perder
Hoje eu quero somente esquecer Quero o corpo sem qualquer querer Tenho os olhos tão cansados de te ver Na memória, no sonho e em vão
Não sei pra onde vou Não sei Se vou ou vou ficar Pensei, não quero mais pensar Cansei de esperar Agora nem sei mais o que querer E a noite não tarda a nascer Descansa coração e bate em paz.

quinta-feira, maio 18, 2017

quarta-feira, maio 17, 2017

Etta James - I'd Rather Be Blind (Live at Montreux 1975)


Blues....por toda a minha vida,
Para descansar essa bela noite de brisas mansas.

____Eu Prefiro Ser Cega____

Algo me disse que tinha acabado
Quando te vi conversando com ela
Algo lá no fundo da minha alma disse,
"Chore garota"
Quando te vi sair com aquela garota
Saindo

Eu preferiria,
Eu preferiria
Ser cega, garoto
Do que vê-lo se afastar
De mim desse jeito

Ooooo, então veja que eu te amo tanto
Que eu não quero vê-lo me deixar
Acima de tudo eu não
Eu não quero,
Ser livre, não

Eu só estava
Eu só estava
Eu só estava
Sentada aqui pensando
Nos seus beijos

E no seu abraço apaixonado, yeah
Embora o reflexo
no copo que eu seguro
Nos meus lábios agora, querido
Revelou as lágrimas
Que estavam no meu rosto, yeah

E querido, querido
Eu preferiria ser cega, garoto
Do que vê-lo se afastar
Vê-lo se afastar de mim, yeah
Querido, querido, querido
Eu preferiria ser cega agora


Neste exato momento, estou vivendo a leveza do meu ser.
Sentindo a liberdade do meu ser.
Nenhuma angustia pelo meu ser.
Neste exato instante estou com a mão sobre a visão da terceira dimensão 
sentindo-me leve, levíssima à respiração.  
Momentos de paz interior, nessa viagem espiritualista. 
Abro os braços, levo-os acima da minha cabeça, sinto-me toda.
Então, posso tocar o infinito: magnifico astral.
Bendito seja o encontro da essência e a consciência, 
Onde meu corpo e o universo, tornam-se apenas um só campo de energia. 
Amém!

__ Vera Lyn Poeta

segunda-feira, maio 15, 2017

O ultimo amor da minha vida

Assim eram nossas vidas numa só vida. Vivíamos colados no aconchego da paz que nossas almas fundidas, nos proporcionavam em prazer. Sempre atados como a lua e a noite. Iluminando um ao outro como o sol sobre a terra. Assim, como chuvas que lavam almas, deslizávamos pela pele do outro. Eu te amei aos ossos, e você me amou a profundidade dos poros. 

O mundo sabia do nosso intenso amor. Nada a ocultar. Era tudo tão natural. Nossa felicidade contagiante em aparições loucas de risos, falas em alto tom brilhando nossos lábios. Eu te amarei para sempre.

Fecho os olhos e alcanço aquele tempo do silencio profundo, após o recital de poesias, e nossas emoções. A necessidade urgente do abraço em chamegos, beijos quentes e ardentes, até o estremecer de nossas carnes e a explosão. Eu te amei como se ama além. Assim você também me amou - ao desespero.

Continuo a sentir aquele perfume quando sigo até o nosso quarto. O teu cheiro em pele acetinada e polida pele, onde mergulhavam minhas mãos, no caudaloso rio de sua paixão por mim. 

Te amei até quando todas "as casas do mundo" caíram sobre minha cabeça, fato, mal amados, contrários ao nosso amor. Então, você me amou com mais intensidade!

O vazio ficou aqui. Alimento-os em poesias para que siga ao meu lado; ao teu lado estou.

De repente, eramos apenas duas crianças a correr pela avenida. Rindo e pulando, dando as mãos em ciranda e troca de olhares, e voltando para casa, batendo a porta do quarto. Eu te amei como nunca mais amarei outro alguém.
Como amei você! Como foi intenso e reza-poemas, seu amor por mim.

__  Vera Lyn Poeta

sábado, maio 13, 2017

Jardim dos Anjos

Estive por longo tempo pelos jardins onde se plantam crianças.
Todas, ainda, cheirando a leite.
Depois, elas brotam da terra;
Como brotam as flores.....
As flores ficam, e nas flores
pousam as borboletas.
E como borboletas, as crianças renascem com asas,
Tornam-se Anjos!
E então, rumam, voando até o infinito!
Eu, tenho um rebanho de borboletas.
Sinto àqueles dois anjos, sobrevoando; 
brincando e rindo o tempo todo ao redor de mim. 
Eu sou Mãe de anjos-reis →♚♚ <3
Nesses momentos de conciliação nada dói.
Tudo é eterno e é paz.
Então, me sinto livre, muito livre mesmo.
Jardins de Anjos,
Muitas flores a moverem-se com fios de ventos; 
borboletas coloridas em seus pousares,
Silêncio profundo, eu lá, refletindo, e sentindo bem.
É a vida que me transformou em três, e além vida <3.

sexta-feira, maio 12, 2017

Virás comigo - Pablo Neruda


















"VIRÁS comigo", disse sem que ninguém soubesse 
onde e como pulsava meu estado doloroso 
e para mim não havia cravo nem barcarola,
nada senão uma ferida pelo amor aberta.


Repeti: vem comigo, como se morresse,
e ninguém viu em minha boca a lua que sangrava,
ninguém viu aquele sangue que subia ao silêncio.
Oh, amor, agora esqueçamos a estrela com pontas!


Por isso quando ouvi que tua voz repetia
“Virás comigo”, foi como se desatasses
dor, amor, a fúria do vinho encarcerado

que da sua cantina submergida soubesse e outra
vez em minha boca senti um sabor de chama,
de sangue e cravos, de pedra e queimadura.

__Pablo Neruda - "Cem Sonetos de Amor"

Trem-Bala (Música Autoral) Ana Vilela



___MAMÃES....abençoado dia para nós!!! <3     <3     <3

"...A gente não pode ter tudo
Qual seria a graça do mundo se fosse assim?
Por isso, eu prefiro sorrisos
E os presentes que a vida trouxe
Pra perto de mim...
...Segura teu filho no colo
Sorria e abrace teus pais
Enquanto estão aqui
Que a vida é trem-bala, parceiro
E a gente é só passageiro prestes a partir."

quinta-feira, maio 11, 2017


Havia algo estranho em seu olhar.
Triste ausência, talvez.
Movimentava seus lábios aos suspiros
como se falasse para dentro.

Jamais entendi esse seu silencio longe,
que afinal, adormeceste anos a fio, enroscado nesse corpo meu.

As vezes me recordo de nós dois. 
Então, sinto falta de seus braços envolta de mim,
a proteger todo o meu destino,
toda minha dor.

quarta-feira, maio 10, 2017


Todo esse amor sincero e infinito que carrego no meu peito, me faz livre.
De toda essa liberdade, construo escadas para os céus de Deus
É de lá, do topo, que crio versos com fixos olhares para a terra,
adornando sonhos meus.

Solidão,
Olhos fechados e livre respiração;
Transmutação consciente,
Vida além vida em vida presente: pulsação.
Todos os dias, sinto que estou chegado agora.

Assim que se olharam, amaram-se; assim que se amaram, suspiraram; assim que suspiraram, perguntaram-se um ao outro o motivo; assim que descobriram o motivo, procuraram o remédio.
______William Shakespeare

Nick Drake - Pink Moon

terça-feira, maio 09, 2017

Legião Urbana - As Quatro Estações (1989) [Completo/full album]

Monte Castelo

Ainda que eu falasse a língua dos homens 
E falasse a língua dos anjos
Sem amor, eu nada seria

É só o amor, é só o amor
Que conhece o que é verdade
O amor é bom, não quer o mal
Não sente inveja ou se envaidece

O amor é o fogo que arde sem se ver
É ferida que dói e não se sente
É um contentamento descontente
É dor que desatina sem doer

Ainda que eu falasse a língua dos homens 
E falasse a língua dos anjos
Sem amor, eu nada seria

É um não querer mais que bem querer
É solitário andar por entre a gente
É um não contentar-se de contente
É cuidar que se ganha em se perder

É um estar-se preso por vontade
É servir a quem vence, o vencedor
É um ter com quem nos mata a lealdade
Tão contrario a si é o mesmo amor

Estou acordado e todos dormem
Todos dormem, todos dormem
Agora vejo em parte
Mas então veremos face a face

É só o amor, é só o amor
Que conhece o que é verdade

Ainda que eu falasse a língua dos homens 
E falasse a língua dos anjos
Sem amor, eu nada seria

composição/adaptação: Renato Russo - "Legião Urbana"